Ir para o site

Ir direto para o conteúdo

Blog Bem Zen

Três formas lúcidas e sensatas de se lidar com a raiva

Raiva a grande chance de reconhecer as suas mensagens

Não sei se você sabe, mas a raiva é considerada uma das emoções que mais tem causado estrago no mundo em que vivemos,
você pode observar claramente os seus efeitos no nosso dia-a-dia.

Ela tem uma característica especial de vir átona:

Se algo não sai do seu jeito, lá surge a raiva.
Se não estou no controle, mais raiva vem por ai.
Não era o esperado, não era da minha maneira, não era o programado,
todos esses são gatilhos que tira você do controle e a raiva surge.
Se alguém passa por cima de seu conjunto de regras ou crenças ela é quase que imediatamente disparada.

Os efeitos da raiva são variados, mas o que mais observamos é o processo de precipitação, ou seja, nesse ponto as pessoas são sequestradas emocionalmente, ou seja, a emoção esta no comando e parece pairar uma nuvem negra no racional, na linguagem popular dizemos que a pessoa perde a razão, e em geral elas acabam por falar o que não deve, da forma errada e no momento errado e como todos nós sabemos uma palavra pode curar ou adoecer.
Mas tem mais , a expressão emocional em sempre se faz apenas por palavras , mas sim por atitudes, e é justamente nesse passo que as coisas se complicam.
Quando a raiva sai da linguagem verbal, do seqüestro emocional e parte para a ação física, os estragos podem ser imprevisíveis.
Unida a inveja, ciúmes e outras emoções o plano de ação pode ser catastrófico, basta ligar a sua televisão, acessar os canais de noticias e verá o fruto da raiva em vários aspectos, ou seja, a raiva aperta o nosso gatilho mais primitivo de impor dor, sofrimento e morte a outras pessoas.

A raiva aparece em forma de explosão, como um pulso desenfreado, ela não é silenciosa, muito pelo contrário, ela causa um profundo estardalhaço.

Diante de tudo isso, podemos lidar com ela de três maneiras:

  1. A primeira é sentir a raiva e não bloqueá-la, o processo de bloqueio de uma emoção, de repressão causa danos imensuráveis,
    e sem dúvidas ela fica num plano indigerível e se avoluma, então sinta, mas não permita que ela chegue a uma ação.
  2. A segunda é sentir a raiva se interiorizar com ela, e buscar as razões, esse é o plano, pois raiva não esta lá fora,
    esta aqui dentro de você, algo lá fora disparou-a é o que chamamos de gatilho emocional.
    Entender o disparo nos trás uma compreensão e um crescimento inestimável.
  3. Por fim não engula, pois se você engolir a raiva ela pode não explodir lá fora, mas explodirá aqui dentro,
    e isso pode levar não só a novos problemas emocionais , como também a somatização de processos e a criação de várias doenças físicas.

Mas Dr.Paulo aquela pessoa me dá tanta raiva, o que eu faço.

Esse talvez seja o ponto chave de tudo, ninguém te dá raiva não, mas pessoas, acontecimentos, podem disparar a raiva que esta dentro de você.
O importante aqui é buscar quais são esses gatilhos, você irá entender que um gatilho está ligado a uma crença, e essa crença tem um motivo prático de estar ai, mas esse motivo pode ter funcionado no passado, mas hoje não faz sentido algum tê-lo de forma ativa, então a chave é abandonar essas crenças, tentar entender a todo custo que isso não faz mais parte de você hoje, que teve sua validade, sua necessidade no passado, mas hoje você tem outra consciência.

Eu chamo esse processo de despertar da consciência, você dá um salto, um pulo, para outro plano, para outro nível de entendimento.
Mas Dr.Paulo o que posso fazer para que a raiva não continue seu plano de ação, e assim me dar um tempo para que eu possa me entender?

Use o mantra do Ho´oponopono,

É algo bem simples e funcional.

No exato momento que você sente que a raiva esta chegando, a primeira coisa a fazer é respirar,
então respire profundamente e diga verbalmente ou mentalmente varias e varias vezes apenas quatro palavras,
que fazem parte da técnica de cura e limpeza ho´oponopono:

sinto muito, me perdoe, eu te amo, obrigado.

Repita isso até a raiva simplesmente se dissipar.

Parece estranho, mas esse mantra enfraquece o pulsão da raiva, enfraquece suas conseqüências e
trará a você equilíbrio e isso te dará tempo para saber porque e o que disparou a sua raiva, e você poderá trabalhar esses gatilhos e crenças.

Então hoje , antes de explodir com algo siga esse passo-a-passo.

  1. Respire
  2. Faça o mantra das quatro palavras
  3. Não permita nenhuma ação imediata
  4. Depois analise tudo, veja o que disparou e cresça.

Porque eu falo tudo isso?
Pois fazendo assim você encontra uma forma coerente, lúcida e sensata de afastar de você definitivamente os estragos que podem causar infelicidade e dor em sua vida

É difícil fazer isso?
Não, apenas exige um pouco de treinamento, pare de explodir ou mesmo de guardar tudo isso, e veja que muita coisa vai mudar, principalmente a sua estrutura mental, emocional e claro a sua vida.
Hoje. Respire fundo e vamos viver um pouco melhor.

http://www.crescimentoesabedoria.com.br

Sobre Dr. Paulo Valzacchi

É biomédico, professor, escritor, psicanalista, especialista em saúde emocional, possui uma ampla rede de ferramentas essenciais para o crescimento pessoal. * www.meupoder.com.br * paulo@cebinet.com.br

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>